Palancas Apuram se para o CHAN

A informação foi prestada pela porta-voz da CNE, Júlia Ferreira, no final da reunião plenária desta instituição, que visou tratar do incidente do Bié e dos subsídios a serem atribuídos aos membros das assembleias de voto e pessoal auxiliar.

Adiantou que, os referidos centros serão instalados nas províncias de Luanda, Benguela, Moxico, Malanje, Huila, Huambo, Lunda Norte e Cuando Cubango.

Segundo Júlia Ferreira, os centros vão acolher os boletins de voto, actas das operações eleitorais, as actas sínteses das assembleias de voto, a pauta de contagem dos votos, os envelopes lacrados e outros meios essenciais com o fim de atender situações ocasionais do pleito, como extravios.

O manuseamento de todo este material de contingência, de acordo com a porta-voz, só poderá ser feito com base nas deliberações do plenário da CNE.

“Só com a deliberação do plenário é que se poderá fazer o manuseio, em termos de afectação desse material às assembleias de voto, em casos de situações de incidente, extravio, situações de força maior que possam ocorrer e que, efectivamente, prejudiquem o material já existente a nível das assembleias de voto”, esclareceu.

Quanto aos subsídios a serem atribuídos aos membros das assembleias de voto e ao pessoal auxiliar (assistentes eleitorais e operadores logísticos), o plenário da CNE fixou o montante  entre os 30 mil e os 35 mil kwanzas, de acordo com as funções e a responsabilidade de cada um.